como contratar contabilidade especializada em supermercados e padarias
Escrito por Atendimento Classe A no junho 15, 2020 em Blog

Compartilhar

EMPREENDER REQUER ATENÇÃO NESSES DETALHES PARA NÃO CAUSAR FRUSTRAÇÃO.

Empreender é uma tarefa muito desafiadora e, se você pretende iniciar um negócio, precisa planejar seus custos para não enfrentar surpresas desagradáveis e riscos incalculáveis.

Nesse texto você vai ler sobre:

  • Aspectos gerais para observar antes de empreender;
  • Uma breve nota sobre o cenário tributário;
  • As despesas geralmente deixadas de lado no planejamento;
  • E o que esperar de um Contador no plano de negócios.

empreender como contratar contabilidade especializada em supermercados e padariasAntes de empreender, vários elementos precisam ser avaliados para você encontrar a melhor oportunidade, o melhor retorno e o menor risco. Essa análise dever abranger todos os aspectos, partindo da atividade a ser desenvolvida, onde ela será desenvolvida e quais os custos para virar uma realidade viável.

Dentre vários detalhes em um plano de negócios, a captação de orçamentos diversos é de extrema importância. Ela ajuda a planejar os custos da realização do seu sonho de empreender.

Nesse sentido, é importante que os futuros empresários e empresárias consultem o máximo de profissionais possível. Essa relação de captação de orçamentos vai ampliar o olhar e facilitar a identificação de elementos que passariam despercebidos.

Um desses profissionais a serem consultados é o Contador. Ele irá auxiliar no processo de abertura e explicar os custos fiscais e tributários, muitas vezes nem levados em consideração por quem deseja iniciar um negócio.

Quais os custos de contabilidade que você deve observar na hora de empreender?

De fato, a legislação tributária de nosso país é muito complexa e cheia de regras. Por isso é tão importante a busca por Contadores especializados em seu ramo de atividade.

Em muitos casos, uma assessoria contábil despreparada acaba não observando despesas indevidas no seu empreendimento. É o que vamos mostrar daqui a pouco.

Por outro lado, as regras tributárias, fiscais, trabalhistas e legais, precisam ser minuciosamente avaliadas. Ela podem gerar custos e riscos expressivos se não observadas e cumpridas.

Em muitos casos, quando nos deparamos com uma pessoa querendo abrir o seu próprio negócio, as despesas comumente levadas em consideração são as mais gerais. Nesse contexto, entra o aluguel, energia elétrica, compra de mercadorias, água, telefone e internet.

Porém, os custos fiscais, legais e trabalhistas também são fundamentais para o funcionamento da empresa, e acabam não sendo considerados, criando riscos financeiros e legais.

Como o Contador pode te ajudar a empreender com o menor risco possível?

como o contador pode reduzir custos para supermercados e padariasO Contador irá explicar quais os custos burocráticos para a abertura da empresa. Dentre outros, as taxas e despesas para obtenção do CNPJ, Inscrição Estadual, Inscrição Municipal, Alvará, liberação para emissão de notas fiscais, certificado digital, e a contratação de um sistema informatizado para a empresa.

Além desses gastos iniciais, é importante verificar as dúvidas quanto aos tipos de sociedade (LTDA, EIRELI, ME), bem como verificar se, no local em que você escolheu para empreender, é permitida a atividade pretendida.

Essa é a primeira etapa, onde quem empreende precisa saber os gastos iniciais e de adequação legal para iniciar a sua atividade. O segundo ponto importante dentro do orçamento da atividade é verificar quais são os custos e as regras trabalhistas e fiscais pertinentes a atividade, tais como funcionários e impostos.

Por exemplo, no caso dos funcionários, além do salário, existem diversos encargos e regras que permeiam o vínculo empregatício; isso não pode ficar fora do planejamento! Um funcionário que tem o salário de R$ 1.400, por exemplo, pode custar entre R$ 2.200 e R$ 2.700 para a empresa, levando em consideração o FGTS, 13º Salário, Férias, Vale Alimentação, transporte, custos obrigatórios, sindicato, benefícios, etc..

Depois disso você já pode empreender?

Calma! Todos os pontos acima observados são importantes na avaliação de custos e orçamento de investimentos, mas ainda tem o principal ponto de estudo: O Planejamento Tributário.

Dependendo do ramo de atividade, ou do porte de sua empresa, existem regimes tributários e formas diferenciadas de apurar os impostos e, portanto, podem ser mais vantajosas ou onerosas para sua empresa.

Por exemplo, o empresário que deseja abrir um supermercado deve avaliar e orçar os custos para decidir qual o melhor regime tributário, considerando as margens aplicadas aos produtos, despesas, compras e todos os gastos do negócio.

A escolha do regime tributário é feita anualmente, e a escolha precipitada pode ocasionar despesas muito altas, perdas consideráveis e muitas vezes irreversíveis. Além de verificar qual o melhor regime tributário, existem regimes especiais que também podem ser aplicados ao negócio e decidir a vida fiscal da sua empresa.

 

Resumindo, nesse texto você leu sobre:

Todas as perguntas que devem ser feitas antes de empreender. Então, se você pretende abrir uma empresa, procure avaliar esses pontos, dentre outros fatores, para evitar surpresas. Uma dica é procurar um escritório de contabilidade especializado no tipo de negócio que pretende empreender.

Saiba mais clicando aqui!

Venha fazer parte da Contabilidade Classe A

Gostou do nosso blog? Clique em um dos botões abaixo para falar com um de nossos especialistas.

Deixe seu comentário